sábado, 26 de março de 2016

SÓ AMOR


Só Amor
A quietude desta hora
desnuda-me
diante do templo – teus olhos.
Onde a decência

entremeada de ventos fonéticos
faz acordar a sacerdotisa enamorada
que traz em suas mãos
óleo perfumado
e mirra...
Clã da minha existência

obedientes aos segredos
da fonte secreta
murmurem em meus ouvidos
as palavras que meus lábios
depositarão em tua alma
fazendo clarear
o teu semblante adormecido na dúvida.
É sabido

que o teu coração/meu coração
pedra e sangue
espírito e carne
pulsam e vibram
juntos.
Nascemos juntos

na memória do pó
e na taça que sacia a sede do amor
e somente a vida
conduz-nos nesta pauta
de notas aconchegadas
na luz que me revela as tuas mãos.
Amor meu,

carrego a demora dos dias
em cada abraço
a ânsia da tua boca, em cada respiração
e a tua existência
gravada na minha existência.
Como separar minha alma da tua

se o perfume da vida exala?!
Fala amor meu, fala.
O que inocenta a minha agonia

e o meu bem querer?!
O que pode alegrar a noite

quando a lua já se foi?!
Como construir sonhos

quando a alegria é triste?...
Como sentir a luz

se a sombra
aos meus pés rasteja?!
Só o amor que te tenho

 viaja este deserto pulsante de cores
e reluz aos teus pés
entre o ouro e a prata
nutrindo minh'alma no silencio das palavras 
que os meus lábios ainda não disseram.

para Odur 


sexta-feira, 25 de março de 2016

NOITE



Noite

era santa e era noite que se fazia
nos muros à minha volta

era sexta noite
do que não me domina
e tudo cresce na escuridão
no brilho e na retina

era só um lamento
um fio de encantamento
um quase tormento
lá______ na beira do mundo
onde tudo se rebenta
feito chuva e solidão

era sexta e era noite
era tão santa
e tão calada
que até mesmo as estrelas
dormiram mais cedo

foto: LL 


quarta-feira, 23 de março de 2016

NOITES DE OUTONO


Noites de Outono

_____agora eu preciso da sua mão
é noite de outono
e o toque da sua mão me aquece...

preciso do seu abraço
e do seu carinho, ah, o seu doce amor
que me faz ser grande,
eu preciso agora

____vem amor,  
toque uma música  
e fale do amor do seu coração 
para o meu coração

Vem anjo, vamos cantar a sua música 
aquietar o mundo
e sentir que o amor 
é só nosso
nestas noites outoneicidas



foto: L.A.M.





TARDES DE OUTONO



TARDES DE OUTONO

Todo este dia azul, é mais que um convite.
Vem! Daqui a pouco, já cai a tarde
E ao fogo deste sol, acaso se resiste,
se em nossas veias o fogo arde?

Vem! A claridade carrega as horas lá fora
Caem pétalas das rosas pelo chão
de um beijo de pássaro, a flor cora
nos afagos do vento, folhas se vão...

Tudo se entrega nesse sutil abandono
as flores, a água do rio, o ar que se respira.
Ah, tardes mornas de outono
que amenizam a ausência que minha alma suspira.

Ah, estas tardes longas de outono...


para Odur


 

segunda-feira, 21 de março de 2016

MANHÃ DE OUTONO



Manhã de Outono

Ainda ontem era verão
e no teu calor, a minha pele ardia
reverberando o amor outrora guardado
outrora calado.

Agora é outono...

...e as cores belas e quentes 
me envolvem em ondas
tal qual o seu amor (de outrora)

Agora é outono, e eu te amo
como quem ama a vida e o direito de viver
de viver e ser feliz e nada mais...

E as estações se repetem
vestindo cores
arrebatando os nossos sentidos
dando ao amor, uma nova roupagem

Agora é outono...

... e os teus olhos de menino/passarinho
não sucumbe ao farfalhar das horas
e me surpreendem a cada dia
na melodia do teu cantar

Agora é outono, e eu aqui
amenizando a saudade
fugindo de veleidades______assomando o amor
meu coração se veste das tuas cores
sejam elas primaveris ou outonais
e todos os meus "ais" e "tais" são pra você
e minguem mais.

Agora é outono, e eu te amo 
já não mais à revelia e se tal paixão
que me preenche corpo e alma e me acalma
e te aclama noite e dia
sem que haja tristeza ou escárnio
e que mantém o meu coração
na tua sintonia e nas ânsias cruas de desejo
à fartar-me do teu amor, ah, então isso é amor
e não mero desejo.

Agora é outono, e os meus olhos
acordados pelas cores
desenham a tua geografia
apartando as horas não vividas
porque é grande e belo o meu amor por você.


para Odur



foto: LL

domingo, 20 de março de 2016

IARAVI TY FE NI FIIETÒ



Iaravi ty fe ni Fiietò

Jo vaj, jo kutyg
Jo ta no, Iaravi ty fe ni Fiietò
Kejen, fi je fy kãnhny Fiietò
Kanhkã no kane gem ky fe Iaravi
Tope tygtynh fe 

Mig ty kysã, mig ty rã mãn
Hã ra, Tope je me Iaravi
Tope tugnygnym fe Iaravi
Tope kato tê Fiietò, hã ra, Tope mã kã tiag
Fieetò mré mi Iaravi
Hã ku uri ki rã ky fe Iaravi. 


Iaravi ama Fieetò

Antes do amanhecer, antes do anoitecer
Antes do arco íris, Iaravi já amava Fiietò.
Às vezes, ela chorava a ausência de Fiietò
O céu chumbo, chegava ao coração de Iaravi
Mas Tupã dizia versos ao seu coração.


Eclipse da lua, eclipse do sol

então Tupã escuta o choro de Iaravi
e Tupã examina o coração de Iaravi

 Tupã encontra Fiietò, e ele
 traz Fiietò para ser seu companheiro amado.
Por isso, agora é primavera no coração de Iaravi



 ilustração: J.Lanzellotti





quarta-feira, 16 de março de 2016

AMOR AZUL

 
 
Amor Azul
 
_______ ao meu amor, eu trago flores azuis
pois o Amor, assim, como a poesia
também se veste de azul


desenho: LL