domingo, 14 de julho de 2013

ALVORADA SEM GIRASSÓIS



ALVORADAS SEM GIRASSÓIS

Que o tempo adormeça você
para sempre em minhas lembranças
pois o amor adormece assim, quieto
calado à sombra dos pensamentos
para depois acordar, lá, bem longe
onde a saudade traz miríades de luz
para  fazem brilhar
aquelas tristes alvoradas sem girassóis


2 comentários:

  1. Tão melancólico, mas também tão lindo!

    ResponderExcluir
  2. Oi Luciah, amigos em toda a rede,boas vindas.
    Linda sua poesia,bjsss

    ResponderExcluir